quinta-feira, setembro 13, 2007

P. E. N. A.

Éramos dois sonhadores...
A música naquele entardecer...
E num momento de inspiração
Nasce uma nova canção,
Esquecem-se todas as dores
E algo mágico começa a aparecer...

Pensamentos a fluir
De gente tão normal.
Jovens simples e felizes,
Na escrita aprendizes.
Mas que fizeram surgir
Algo muito original.

Ideias, caneta e papel,
Um computador funcional,
Jacto de tinta, impressão,
Uma tesoura sempre á mão,
Um pedaço de cordel...
Ficou sensacional!

Fiéis e dedicados leitores.
Um desejo de expansão,
Penosos rochedos a escalar,
Mas com vontade de triunfar,
Jovens fortes e sonhadores
Continuaram a missão.

Um olhar cibernético,
Uma crença a alastrar...
À distância de um teclado,
Novo objectivo alcançado.
Textos em ritmo frenético,
Neste novo patamar.

Agora felizes, mas sempre a sonhar...
A nossa P. E. N. A. vamos celebrar!

4 comentários:

APC disse...

Com poemas assim vale a "pena" fazer anos!

João disse...

Só falta mesmo a referência ao número de ventriloquismo algo decadente ;)

alphatocopherol disse...

O CROCOPILAS!!! LOL!

Chas. disse...

Mais uma bela manifestação aniversariante