quarta-feira, novembro 26, 2008

Juntos

E tu e eu começamos, atravessando a escuridão da noite.
E eu e tu caminhamos, afastando as sombras da manhã.

E tu e eu alcançamos, apanhando o sol para além das nuvens.
E eu e tu aproximamos, tomando todo o sofrimento.

E tu e eu subimos, claramente, até ao movimento.
E eu e tu fugimos, para além do fim do esquecimento.

E tu e eu chamamos, o sonho do breve momento.
E eu e tu gritamos, a dor de presos no tempo.

E eu e tu...E tu e eu...
Juntos nunca desaparecemos.

3 comentários:

alphatocopherol disse...

mais uma contribuição muito boa! :)

João disse...

Bonito :)

APC disse...

"a dor de presos no tempo"

;)